Pense Jornal - Sua fonte de notícias na cidade de Jaraguá do Sul

Terça-feira, 23 de Julho de 2024

Notícias/Justiça

PGR denuncia Zambelli e Delgatti por invasão ao sistema do CNJ

No documento assinado pelo procurador-geral Paulo Gonet, Carla Zambelli é denunciada como mandante do crime

PGR denuncia Zambelli e Delgatti por invasão ao sistema do CNJ
Foto reprodução
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

A Procuradoria-Geral da República (PGR) denunciou a deputada federal Carla Zambelli (PL-SP) e o hacker Walter Delgatti Neto pelos supostos crimes de “invasão a dispositivo informático e falsidade ideológica”.

O inquérito é referente a invasão do sistema do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) que apurava se Zambelli contratou os serviços de Delgatti com esses objetivos.

No documento assinado pelo procurador-geral Paulo Gonet nesta terça-feira (23), Zambelli é denunciada como “mandante do crime”.

Publicidade

Leia Também:

“Zambelli comandou a invasão a sistemas institucionais utilizados pelo Poder Judiciário, mediante planejamento, arregimentação e comando de pessoa com aptidão técnica e meios necessários ao cumprimento de tal mister, com o fim de adulterar informações, sem autorização expressa ou tácita de quem de direito”, diz trecho da denúncia.

Esta é a primeira denúncia que Gonet apresenta ao Supremo Tribunal Federal (STF), desde que assumiu o comando da PGR em dezembro do ano passado.

Delgatti está preso desde agosto do ano passado devido a investigação do hackeamento do CNJ. Em depoimento à Polícia Federal (PF), ele confessou o crime e relatou a participação de Zambelli. Ambos foram indiciados pela PF.

A invasão teria ocorrido em novembro de 2022, e em janeiro de 2023, Delgatti foi acusado de usar o login de um funcionário para inserir documentos falsos no sistema.

Delgatti alega ter recebido R$ 40 mil de Zambelli para realizar a invasão, enquanto a parlamentar afirma que pagou R$ 3 mil para serviços de melhoria em seu site e redes sociais, negando envolvimento na invasão.

FONTE/CRÉDITOS: DP
Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!