Pense Jornal - Sua fonte de notícias na cidade de Jaraguá do Sul

Quinta-feira, 25 de Julho de 2024

Notícias/Justiça

Justiça eleitoral pegou leve em crime eleitoral de Lula

Advogados especialistas apostam que nem a multa será paga

Justiça eleitoral pegou leve em crime eleitoral de Lula
Foto reprodução
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

A Justiça Eleitoral outra vez pegou leve com Lula (PT), relativizando o crime eleitoral explícito do presidente ao aproveitar o comício de 1º de Maio, no estádio do Corinthians, em São Paulo, para pedir votos ao candidato de extrema-esquerda à prefeitura de São Paulo, Guilherme Boulos (Psol).

Após tornar o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) inelegível só por se reunir com embaixadores, a Justiça Eleitoral “condenou” o petista apenas a multa de R$20 mil. Seu candidato, nem isso: R$15 mil.

A passada de pano no crime eleitoral de Lula ocorre a poucos dias de completar um ano da inelegibilidade de Bolsonaro, em 30 de junho.

Publicidade

Leia Também:

“Está configurada a propaganda eleitoral antecipada com pedido explícito de voto”, concluiu o juiz, que, apesar disso, só fixou “pena” de multa.

Advogados eleitoralistas já apostam que a “punição” não resistirá a recurso dos “condenados” e não restará nem mesmo multa a ser paga.

FONTE/CRÉDITOS: DP
Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!