Pense Jornal - Sua fonte de notícias na cidade de Jaraguá do Sul

Segunda-feira, 15 de Julho de 2024

Notícias/Estado

Governo de SC utiliza tecnologia de Elon Musk em projeto em Morro da Fumaça

Tecnologia estará disponível

Governo de SC utiliza tecnologia de Elon Musk em projeto em Morro da Fumaça
Foto reprodução
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Não foi somente a nova delegacia de Polícia Civil que o governo do estado inaugurou no Morro da Fumaça.

Na ocasião, as viaturas e aeronaves da Polícia Civil ganharam internet via satélite, a tecnologia do bilionário americano Elon Musk, para garantir  a comunicação entre a corporação em atividade em regiões mais remotas ou nas chamadas “áreas de sombra”.

O projeto, em fase experimental, foi liderado pela Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação, em parceria com a Polícia Civil, e foi apresentado ao governador Jorginho Mello (PL), durante ato em Morro da Fumaça, onde aconteceu a inauguração da sede da nova delegacia. 

Publicidade

Leia Também:

À frente do projeto, o secretário estadual Marcelo Fett, explica o objetivo da iniciativa. “Desde a criação a Secretaria de Ciência e Tecnologia tem como uma das missões dadas pelo governador Jorginho Mello o uso da tecnologia e da inovação para melhorar o atendimento do Estado às pessoas. Essa parceria com a Polícia Civil é mais uma ação que tem isso como foco. A conexão sem interrupção vai agilizar o trabalho dos policiais e garantir que às equipes mantenham a troca de informações quando estiverem em ação”, destaca. 

Ao longo da semana, foram instaladas antenas que garantem a conectividade na base do SAER (Serviço Aeropolicial) de Criciúma. A partir do uso, os resultados serão avaliados se os equipamentos atendem as necessidades da Polícia Civil ou se há questões técnicas a serem ajustadas. 

Serão realizados ainda, estudos de viabilidade financeira e investimentos para aquisição. O helicóptero que opera em Chapecó também receberá a internet via satélite. Os equipamentos são os mais atuais disponíveis no mercado.  

O uso da internet via satélite é uma tecnologia revolucionária porque o rádio não precisará mais fazer o uso de um chip que depende de serviço de internet, a exemplo de um telefone celular. 

O satélite de baixa órbita, usado no projeto, possui uma constelação de vários satélites orbitando na Terra que garante a cobertura 24 horas do serviço. 

Entre os benefícios estão a conectividade mais estável, possibilidade de transmissão de dados mais “pesados” como imagens ( fotos e vídeos ), além de possibilidade de conexão ao vivo. 

A antena presente no helicóptero também poderá servir de suporte para conexão com a base terrestre, como uma viatura, por exemplo. 

A segunda fase do projeto acontecerá após avaliação dos resultados da primeira etapa e prevê a chamada conectividade smash: incluir a conectividade com o policial civil. 

Caso o policial precisar sair da viatura e entrar em uma mata fechada, por exemplo, ele terá conexão com o rádio comunicador e ainda passar a localização exata de onde está ( georeferencial ) proporcionando mais segurança para o profissional. 

O delegado-geral, Ulisses Gabriel, destaca que a Polícia Civil de Santa Catarina investe em tecnologia, na valorização dos policiais civis e na infraestrutura. 

“Essa nova funcionalidade vai permitir com que o Saer e Polícia Civil de modo geral melhorem ainda mais a qualidade da prestação dos seus serviços à população”, assinalou. Ulisses Gabriel destacou que todos os investimentos feitos pelo governador Jorginho e o apoio que tem dado à instituição tem resultado no aumento da produtividade da Polícia Civil.

 “Alcançamos a marca história de ter 80% dos homicídios elucidados. Em 2024 também tivemos 441 prisões em flagrante; 2.435 mandados de busca e apreensão cumpridos e outros 1920 mandados de prisão cumpridos. Os números revelam o alto desempenho da PCSC, que juntos com as demais forças de segurança trabalham para que Santa Catarina permaneça como o estado mais seguro do Brasil”, destacou.

Para delegado do Saer Gilberto Crepaldi Mondini essa nova tecnologia, é  pioneira de implantação, tanto no sinal wi-fi quanto na radicomunicação e será de grande diferencial para a operação das aeronaves da Polícia Civil dentro do SAER. 

“Sem dúvida nenhuma irá otimizar muito o trabalho policial com o contato da aeronave com os policiais que estão em terra, quer seja por radicomunicação, quer seja por comunicação via mensagens e WhatsApp e outros aplicativos. Além disso temos as operações aeromédicas, tendo em vista que as duas aeronaves da PCSC fazem esse tipo de atividade. O médico podendo previamente já ter as informações do seu paciente utilizando o sinal da aeronave durante o deslocamento para um atendimento, até mesmo depois numa transferência, já transmitindo todas as informações do paciente que está em voo. Para quem vai receber o paciente, sem dúvida nenhuma, será um grande diferencial.”, avalia

O projeto que foi apresentado e está em testes em Morro da Fumaça é um complemento e já foi utilizado em Rancho Queimado em fevereiro. 

Na ocasião, pacientes de um grave acidente na BR-282  foram rapidamente socorridos devido a conexão de qualidade de comunicação entre a Central de Regulação de Urgência e a ambulância com internet via satélite. 

FONTE/CRÉDITOS: KM
Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!