Pense Jornal - Sua fonte de notícias na cidade de Jaraguá do Sul

Terça-feira, 23 de Julho de 2024

Notícias/Administração Pública

Centro de Atendimento Dengue entrou em funcionamento

Um grande número de pessoas procurou atendimento em Jaraguá do Sul no primeiro dia de atuação da equipe técnica

Centro de Atendimento Dengue entrou em funcionamento
Fotos PMJS
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Em poucas horas, cerca de 900 pessoas passaram pela recepção do Centro de Atendimento Dengue, montada no Estande de Tiro do Parque Municipal de Eventos de Jaraguá do Sul, cujos trabalhos foram iniciados na última terça-feira. Deste montante, 19 pacientes precisaram de hidratação e  seis pessoas foram transferidas para o hospital. 

O local está estruturado com médicos e enfermeiros para prestar os primeiros atendimentos a pessoas com suspeita de dengue ou que já tenham sido acometidas pela doença.

Foram disponibilizadas 22 poltronas e demais equipamentos e medicamentos para hidratação endovenosa. Há, também, veículos e ambulância para o transporte de pacientes.

De acordo com a gerente da Atenção Primária da Secretaria Municipal de Saúde, Milena Machado, é importante que as pessoas só procurem o centro da atendimento, caso tenham algum sintoma mais agudo da doença.

“A orientação é que primeiro a pessoa procure a Unidade de Saúde mais perto da sua residência. Nos casos leves será notificado, solicitado o hemograma e o paciente aguarda um segundo atendimento que uma central de telemonitoramento fará. Nos casos de sintomas mais graves, como dor abdominal, vômito ou a pessoa esteja se sentindo mal, deve vir para a Central. Aqui temos as poltronas para fazer hidratação oral e endovenosa, e será solicitado o hemograma enquanto o paciente aguarda no local o resultado”, orienta.

Milena comentou também sobre os encaminhamentos que são adotados em cada caso. “Fazemos as coletas para o hemograma, e para saber se a pessoas que estão em hidratação, contraíram dengue. Os demais recebem uma guia para fazer o exame em laboratório. O exame fica pronto em duas horas e nos serve como dado epidemiológico e para entrar com um tratamento diferenciado. Já o teste da dengue leva de dois a três dias para sair o resultado”, explica.

O Centro de Atendimento Dengue funciona todos os dias da semana, das 7h às 22h. O acesso deve ser feito exclusivamente pela Rua José Fachini, no bairro Barra do Rio Molha, que dá para os fundos do Parque Municipal de Eventos.

Classificação de risco

Grupo A
É o mais “simples”, quando o paciente não tem sinais de alarme ou comorbidades. Nesse caso, os exames são dispensáveis, mas podem ser realizados a critério clínico.

Grupo B
Compõe os pacientes que não têm sinais de alarme, mas existe um risco maior de gravidade, considerando se há comorbidades associadas ou sinais de sangramento espontâneo, como sangramento gengival, petéquias na pele (manchas avermelhadas) ou sangramento induzido.

Grupo C
Também com sinais de alarme e na fase crítica e precisam de hidratação com soro fisiológico e glicosado.

Grupo D
É o grande perigo da dengue, caracterizado por paciente com presença de sinais de choque, sangramento grave ou disfunção grave de órgãos. O paciente deve ser acompanhado imediatamente em leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

O Centro de Atendimento Dengue divulgou os números atualizados do primeiro dia de atendimento, em 9 de abril. De acordo com a atualização foram registrados 980 pacientes que passaram pela central, o que resultou em 798 atendimentos, 1.741 procedimentos, 37 hidratações e oito pessoas foram transferidas para o hospital. O atendimento continua sendo diário, das 7h às 22h. O acesso deve ser feito exclusivamente pela Rua José Fachini, pelos fundos do Parque de Eventos.

FONTE/CRÉDITOS: Diretoria de Comunicação da Prefeitura de Jaraguá do Sul
Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!