Pense Jornal - Sua fonte de notícias na cidade de Jaraguá do Sul

Terça-feira, 23 de Julho de 2024

Notícias/Justiça

Cármen irá relatar inquérito contra críticos do governo

Influenciadores e políticos serão investigados por criticar Exército Brasileiro.

Cármen irá relatar inquérito contra críticos do governo
Foto Carlos Moura/SCO/ST
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O Supremo Tribunal Federal (STF) designou a ministra Cármen Lúcia como relatora do inquérito que apura fake news sobre as enchentes no Rio Grande do Sul. A investigação atende ao pedido do ministro da Justiça, Ricardo Lewandowski.

A ministra foi autora de uma célebre frase “o cala a boca já morreu, quem manda em mim sou eu”, de 2016, recebida como uma garantia de que o STF asseguraria o pleno exercício da liberdade da expressão determinada na “Constituição cidadã” em vigor.

Os alvos da operação são o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL-SP), o senador Cleitinho Azevedo (Republicanos-MG) e o influenciador digital Pablo Marçal. Eles criticaram a atuação do Governo Federal perante a situação de calamidade e afirmaram que o Exército Brasileiro não chegou a muitos municípios.

Publicidade

Leia Também:

“Me incomoda [ser chamado de divulgado de fake news] pelos outros que são fracos. Mas para mim não vai mudar nada. É fácil você descer de um lugar, pegar um cachorro e levar o cachorro para Brasília e dizer que fez alguma coisa”, respondeu o influenciador Pablo Marçal, em referência à primeira-dama Janja, que foi ao Rio Grande do Sul e adotou uma cadela e tem feito do ato uma peça de propaganda política.

FONTE/CRÉDITOS: DP
Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!