Pense Jornal - Sua fonte de notícias na cidade de Jaraguá do Sul

Segunda-feira, 15 de Julho de 2024

Colunas/Geral

O BRASIL É UM PAIOL DE PÓLVORA E ESTÃO RISCANDO FÓSFOROS

As ocorrências no Sistema Prisional de Santa Catarina

O BRASIL É UM PAIOL DE PÓLVORA E ESTÃO RISCANDO FÓSFOROS
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

VELHO OESTE

Só falta isso no Brasil e mais nada!

A quantidade de invasões de terras por indígenas e integrantes do MST se tornou um colosso de incongruências, desmandos e desrespeito.

Leia Também:

Salvo em Santa Catarina, onde a Polícia Militar age com rapidez e “bota todo mundo pra correr”, a normalidade é que o proprietário prove que é dono, ou seja, os invasores são acolhidos pela Justiça e o resto que lute.

As Leis são atiradas na latrina várias vezes ao dia.

A impressão que temos é de que:

- Se existe Lei, o diploma legal é aplicado se o julgador quiser.

De outra sorte, a interpretação é a seguinte:

- Não se incomode com a Lei! Fique atento com quem vai aplica-la e se vai fazer isso...

TERRENO FÉRTIL

O que estamos vendo é o nascimento de um terreno muito fértil para conflitos armados.

Enquanto não acontecer uma tragédia e com possibilidade de mortes nos dois lados, os aplicadores da Lei não terão preocupações maiores.

Será preciso o registro de uma carnificina no campo e daí, quem sabe, tomarão providências.

Enquanto isso, a atuação se resume em permitir que situações conflitantes se esparramem pelo Brasil.

O resumo da ópera pode ser interpretado da seguinte forma:

- As pessoas estão adentrando um paiol de pólvora e riscando fósforos...

Adivinhem qual será o resultado.

ENFRENTAMENTO

A coisa chegou a tal ponto que estão criando a Frente Parlamentar Mista Invasão Zero.

Deputados e Senadores estão buscando mecanismos que possam frear aos invasores.

Impedimento de receber benefícios, financiamentos dos cofres públicos e etc.

Mas precisa disso?

Se as Leis fossem respeitadas, não.

Para aumentar o tempero, a mesma Frente quer permitir a ação da Polícia, sem a necessidade de intervenção do Judiciário.

Imaginaram as consequências?

MAIS UMA MORTE

Mais um preso foi assassinado no Sistema Carcerário de Santa Catarina.

Dessa vez, o crime ocorreu em São Cristóvão do Sul, proximidades de Curitibanos.

Segundo consta, o preso de 37 anos cumpria pena por estupro de vulnerável foi morto na última segunda-feira.

Outro preso que cumpria pena por assalto e tráfico de drogas, assumiu a autoria do crime.

Na confissão, o suspeito informou que asfixiou o colega de cela com uma tira de cobertor e o matou, sem explicar os motivos.

Ato contínuo, decapitou o desafeto e entregou a cabeça para um Policial Penal.

O preso que foi morto se dizia integrante do grupo LGBTQIA+ e informações oficiosas dão conta de que havia pedido para que fosse retirado da cela onde estava.

A Polícia Civil apura o caso.

EM JARAGUÁ DO SUL

A Polícia Militar (de quem é a responsabilidade pelo trânsito) precisa agir em relação às motos com escapamentos abertos.

Está demais e incomodando muito.

Nas saídas dos semáforos, a situação é ainda pior com as acelerações e arrancadas.

Para tudo há limites e o caso merece atenção.

FONTE/CRÉDITOS: Redação
Comentários:
Sérgio Peron

Publicado por:

Sérgio Peron

Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing and typesetting industry. Lorem Ipsum has been the industry's standard dummy text ever since the 1500s, when an unknown printer took a galley of type and scrambled it to make a type specimen book.

Saiba Mais

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!