Pense Jornal - Sua fonte de notícias na cidade de Jaraguá do Sul

Segunda-feira, 15 de Julho de 2024

Colunas/Geral

NÃO DÁ PARA FICAR INSENSÍVEL AO SOFRIMENTO

Em 2024, o brasileiro vai dizer se aprendeu alguma coisa sobre eleições

NÃO DÁ PARA FICAR INSENSÍVEL AO SOFRIMENTO
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

CASTIGO

“Solte meu marido. Ele vai morrer e todos iremos juntos com ele. Eu estou sozinha, não trabalho, meu filho menor tem cinco anos. Por favor, solte meu marido”

O apelo é direcionado ao Ministro Alexandre de Moraes e feito por Priscila Fonte, 34 anos, esposa de Claudinei Pego da Silva (43), que, depressivo, chegou a emagrecer mais de 40 kg, e tentar suicídio, após ser mantido preso mesmo tendo recebido parecer favorável da Procuradoria Geral da República (PGR) por sua soltura, acusado de participação nos atos de 8 de janeiro de 2023 em Brasília.

Leia Também:

Não há como descrever o sentimento de revolta, impotência e constatar a desumanidade num cenário desses.

Pior: testemunhar que ninguém está fazendo nada (me refiro a autoridades) para que o suplício tenha fim.

Outra coisa:

É impossível não se sensibilizar com tanto sofrimento e tanto abuso.

DEUS PERDOE MINHA ALMA PECADORA

Sempre digo que um dia “vou acertar as contas com o HOMEM LÁ DE CIMA” por causa das minhas imperfeições e sentimento de revanche.

Acho que ELE ME ENTENDERÁ, pelo menos, espero.

Com isso quero dizer que:

- Não dá para ficar olhando tanta maldade e sem desejar o mal para quem as produz. Nem deixar de imaginar um sofrimento muito mais cruel para quem destila tanta falta de sentimento humano.

Certamente, os mesmos desejos devem permear os pensamentos de muitas pessoas, diariamente e, o tempo todo.

Se o pensamento é energia, a vida dos algozes ainda será recheada de muita dor.

DESFAÇATEZ

O fato do governo federal promover um ato denominado “Democracia Inabalada” para “comemorar”o episódio ocorrido em 8 de janeiro de 2023, demonstra de forma clara e inequívoca a intenção de “tirar proveito político” de um acontecimento coberto por uma névoa de dúvidas, incertezas, mentiras e omissões.

Não é de se duvidar ou conjecturar sobre os verdadeiros responsáveis e que estão por trás de tudo, escondidos e nem de que tudo foi tramado, deliberadamente.

As imagens sumiram, os responsáveis reais não foram punidos, muito pelo contrário, alguns até agraciados com cargos importantes.

Os abusos e a falta de respeito ao devido processo legal, os exageros nas penas impostos e nada de reação das “otoridades”.

Como não pensar que “tudo faz parte de um jogo”?

Como não conjecturar que “há interesses inconfessáveis por trás”?

VAI MOSTRAR

A eleição de 2024 vai mostrar se o povo brasileiro aprendeu alguma coisa em termos de política.

As mudanças deverão começar pela base, ou seja, nos municípios.

Há anos acompanho política e sempre repito 9 (já virou um mantra) sobre a importância do voto, a responsabilidade.

No entanto, as pessoas são descompromissadas e até parece que fazem de propósito para o que ter de reclamar, depois.

Não pesquisam a vida pregressa do candidato, desconhecem o seu envolvimento comunitário (se é que existe) e depois ficam reclamando sobre a falta de ação.

Sabem aquela frase “cada povo tem o governo que merece”?

Pois, a aplicação se dá exatamente aqui.

IMPRENSA DESCOMPROMISSADA

A imprensa brasileira (pelo menos boa parte dela) não está nem aí, afinal de contas, o dinheiro das verbas federais está comprando o silêncio de muita gente.

A preocupação do início da semana não foi sobre os acontecimentos do Brasil e a extirpação dos direitos garantidos na Constituição Federal, mas sobre quem seria "o novo técnico da seleção brasileira de futebol".

Conforme citei em vídeo recente: futebol e carnaval, o que também pode ser traduzido como "pão e circo".

Acontece que "o pão, pelos indicativos"ficará cada dia mais difícil.

Restará o circo e nem precisa ser gênio para saber quem serão os palhaços.

FONTE/CRÉDITOS: Redação
Comentários:
Sérgio Peron

Publicado por:

Sérgio Peron

Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing and typesetting industry. Lorem Ipsum has been the industry's standard dummy text ever since the 1500s, when an unknown printer took a galley of type and scrambled it to make a type specimen book.

Saiba Mais

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!