Pense Jornal - Sua fonte de notícias na cidade de Jaraguá do Sul

Segunda-feira, 15 de Julho de 2024

Colunas/Geral

MOMENTO BRASIL E SEM CENSURA

O município catarinense que poderá desaparecer com o marco temporal.

MOMENTO BRASIL E SEM CENSURA
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

REFLEXÃO

O Deputado Antidio Lunelli (MDB) me fez um questionamento:

- Me fale sua visão sobre o momento Brasil...

Leia Também:

Respondi:

- Falo sim! Mas vou escrever porque vai ficar meio longo e ainda posso esquecer algumas coisas. Vamos lá:

- Empreiteiras que saquearam os cofres do Brasil estão pedindo milhões de dólares para investimentos, mas é na África.
Pode-se dizer que o ladrão aposta na memória curta de quem foi roubado ou voltou a contar com cúmplices que estão com a chave do cofre.

Sigamos:
- Ocorreram mais invasões do MST no primeiro semestre de 2023 do que nos últimos 2 anos e com isso reina a insegurança no campo.
Não há a menor dúvida de que estamos falando de uma organização criminosa que, inclusive, escraviza seus membros, conforme depoimento na CPI do MST e praticam extorsão: se não pagar, eles invadem e destroem – fato já comprovado pela Justiça.
- Lula odeia o agronegócio- porque não suporta quem trabalha e produz.

Trabalhar não é da sua índole! Sindicalista a vida toda, vivendo às custas do trabalhador e metido em negociatas obscuras com montadoras de quem recebia seu quinhão, agora trabalha na surdina para a volta do Imposto Sindical que sustenta a vadiagem de entidades que o apoiam em campanhas eleitorais.
Para quem duvidar basta ler o livro Assassinato de Reputações do autor Romeu Tuma Júnior - secretário nacional de justiça do governo Lula.
- O Brasil está financiando produtores de leite argentinos e uruguaios - em detrimento dos brasileiros que sofrem com os altos custos de produção!

Em qual país do mundo se vê política tão desastrosa?

O que vemos mundo afora é a proteção dos governos com o que se produz internamente.
Produtores rurais franceses são os que mais recebem apoio financeiro da União Europeia para a atividade.

O governo federal proibiu aos agricultores que controlem os javalis, espécie invasora, ou seja, não é brasileira e que causa milhões de prejuízos, destruindo lavouras inteiras!
Onde há javali - o produtor não planta!
Quem vai controlar? O Ibama ou arrumarão uma nova função para o Exército brasileiro?
Menos oferta de produtos da agricultura? Qual o resultado? Aumento nos preços, menor capacidade de compra!
- Estamos assistindo a mais alta corte do judiciário brasileiro, legislando, executando uma função que não lhe é pertinente.
O papel é do Congresso Nacional e ao que todos sabemos, nenhum  Ministro do STF recebeu votos para fazer Leis!
São escolhidos para que sejam guardiães da Constituição Federal e nem isso fazem, muito pelo contrário: cada ministro tem uma Constituição para chamar de sua e invadem competências dos demais Poderes.
Vemos o ativismo judicial, a busca por holofotes e absurdos inimagináveis como a liberação de até 60 gramas de maconha, classificando o portador como sendo apenas usuário!

A Polícia não poderá fazer absolutamente nada e essa droga vai chegar nos lares dos brasileiros.
- Os senhores sabem a quantidade de maconha que deverá ser considerada apenas posse para consumo? Até 60 gramas!
- Já pesquisaram sobre os efeitos da maconha nos jovens? Que país estamos criando?
Quem vai vender as 60 gramas de maconha? Não é o traficante? Estamos incentivando a criminalidade?
- A situação ficou com tamanha permissividade que já se tem notícias de que 2 cartéis mexicanos de drogas estão se instalando no Brasil: os cartéis de Sinaloa e Jalisco Nova Geração!
Relatório da Abin aponta parceria com o PCC!
Por que? Pelas facilidades, pela cumplicidade, pela permissividade!
- Já viram a ampliação de Cracolândias (sim, no plural) na cidade de SP? Quem serão os fornecedores??

A questão do marco temporal das terras indígenas está sendo analisada sem conhecimento de causa.

Estão jogando para a torcida e querem fazer média com países europeus que já destruíram suas florestas e que também não possuem índios.

Aqui em Santa Catarina temos um exemplo: caso julguem e determinem as demarcações previstas, o município de Vitor Meireles vai desaparecer.

Ali vivem 505 indígenas, segundo o censo de 2022.

O que o STF pretende é destinar 37 mil hectares para os índios, ou seja, 73,2 hectares para cada índio.

Se isso acontecer – 50% da movimentação econômica gerada pela agricultura vai desaparecer.

São 500 famílias que perderão suas terras e são pequenas propriedades, onde produzem: leite, feijão, milho, fumo, soja, bovinos, peixes, além de eucaliptos e árvores frutíferas, cujo domínio e posse vem do período de 1911 a 1922.
E a nossa economia? Caminha a passos largos para o colapso!
- Os pedidos de recuperação judicial registraram um aumento de 55,8% no primeiro semestre de 2023.
Em julho houve um aumento de 82,1% em relação ao mesmo período do ano passado.
Prestem atenção: em seis meses de 2023:
358 microempreendedores pediram falência!
162 médias empresas pediram falência e 140 grandes empresas seguiram o mesmo caminho!

Nos seis primeiros meses de 2023, o Brasil “perdeu” um total de 427.934 empresas entre micros, pequenas, médio e grande porte. Trata-se de um saldo negativo entre empresas abertas e fechadas no país, excluindo da conta os Microempreendedores Individuais (MEIs).

Quem ainda não enxergou que caminhamos para o abismo?
Quem ainda não viu que estamos indo para o penhasco?
Milhares de pessoas perderam seus empregos e com isso vem o efeito dominó que atinge a todos.
Desde que me conheço por gente nunca ouvi falar em greve de prefeitos, mas aconteceu no último dia 30 de agosto.
Os municípios estão falidos por causa do corte no FPM: falta saúde, merenda escolar e até salários lá na base - onde tudo começa!
Inchaço da máquina federal, gastos maiores do as que receitas e vale lembrar que receberam o governo com superávit primário  superior a 59 bilhões e 700 milhões de reais.
Chegamos a tal ponto que há uma campanha forte nas redes sociais para que o povo não comemore e boicote os desfiles de 7 de setembro!
O que foi motivo de orgulho se transformou em sentimento de vergonha, decepção, descrédito.
Mas isso não está ocorrendo sem motivos: o inquérito do fim do mundo, a atuação ilegal onde um ministro investiga, faz coleta de provas e julga – o que não é seu papel – tudo sem o devido processo lega e numa concessão de Poder inexistente.

O Brasil está em sobressalto permanentemente com a censura – que por sinal – já existe e sobejam provas disso.

Não defendo a agressão, a calúnia, a mentira e nem que a internet seja terra de ninguém, mas já existem Leis que punem os exageros.

O que querem é o silêncio total e permanente.
A vergonha do povo brasileiro é o resultado de um governo que até agora tem como marca, o turismo pelo mundo e em hotéis com diárias de 350 mil reais.

Um governo preocupado em desarmar o cidadão de bem e favorecer o bandido, os que empunham fuzis, metralhadoras nas favelas do Rio de Janeiro.

Um Brasil que permite uma Universidade no Paraná “debater a extinção da Polícia”, ou seja, incita a baderna e a criminalidade, mas o mesmo judiciário que interpreta o que é ato antidemocrático, noi presente caso, não vê nada demais.

No mínimo seria incitação à desordem, desobediência às Leis.

A pobreza, a miséria, a morte da economia, estão tomando conta do Brasil e isso nada mais é do que o resultado das políticas do comunismo que o presidente e a corja no seu entorno defendem!

FONTE/CRÉDITOS: Redação
Comentários:
Sérgio Peron

Publicado por:

Sérgio Peron

Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing and typesetting industry. Lorem Ipsum has been the industry's standard dummy text ever since the 1500s, when an unknown printer took a galley of type and scrambled it to make a type specimen book.

Saiba Mais

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!