Pense Jornal - Sua fonte de notícias na cidade de Jaraguá do Sul

Segunda-feira, 15 de Julho de 2024

Colunas/Geral

MAIS GASTOS EM VIAGENS DO QUE PARA PREVENIR E SOCORRER TRAGÉDIAS

Prefeito de Chapecó reuniu lideranças em Itapema e deu o tom sobre o PL

MAIS GASTOS EM VIAGENS DO QUE PARA PREVENIR E SOCORRER TRAGÉDIAS
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

FRENTE E VERSO

Acho até possível que algumas pessoas não tenham acompanhado as tragédias causadas pelas chuvas no Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e Santa Catarina.

Leia Também:

Mortes, destruição e prejuízos incalculáveis.

Estou citando os casos mais violentos para chamar a atenção de todos para duas vertentes do mesmo problema e ambas carregam uma demonstração inequívoca de que os políticos estão pouco se lixando para os problemas dos eleitores.

Primeira: o prefeito da cidade do Rio de Janeiro Eduardo Paes disse numa entrevista que “os problemas de enchentes no município são normais, algo natural e quem critica, só pode ser uma pessoa desinformada, fora da realidade e tal

Sempre achei que a política e os políticos carregam o propósito de buscar soluções.

Achar que tragédia é algo normal é de uma insensibilidade, uma irresponsabilidade que chega a ser criminosa.

A segunda vertente: o Presimente gastou mais dinheiro fazendo turismo pelo mundo do que destinando recursos para os atingidos pelas chuvas no Brasil.

O governo federal gastou R$1,73 bilhão com viagens. Ações para enfrentar tragédias receberam: R$1,05 bilhão.

Na farra das viagens, o pagador de impostos arcou com R$1,03 bilhão só com diárias. Outros R$691 milhões foram gastos com passagens.

Engrossam o caldo da gastança viagens esbanjadoras como a de Lula e Janja a Nova Iorque (setembro). Foram R$7,3 milhões por cinco dias.

E querem silenciar a internet, né?

PEGOU MAL

A entrevista de Valdemar da Costa Neto, presidente do Partido Liberal, elogiando Lula (como um líder popular, só não disse onde) teve um efeito devastador na sigla.

Ecoou em todos os cantos do Brasil.

Aqui em Santa Catarina, por exemplo, foi motivo de discursos inflamados num encontro promovido pelo Prefeito de Chapecó, João Rodrigues (PSD)

Valdemar Costa Neto só não foi chamado de santo!

Citado como traidor, as porteiras foram abertas para uma debandada do partido e claro, tem a ver com o pleito eleitoral de 2024 e mais ainda com 2026.

Prefeitos, deputados estaduais e federais estiveram na casa de veraneio de João Rodrigues em Itapema.

Rodrigues fez um discurso aos presentes, no qual aproveitou para criticar o presidente nacional do PL, Valdemar da Costa Neto, por ter elogiado o presidente Lula (PT) em uma entrevista. “O Valdemar da Costa Neto dar uma declaração para a imprensa elogiando o Lula é um ataque frontal ao maior aliado dele, que foi o presidente Jair Bolsonaro. Quem elegeu a maior bancada da Câmara e do Senado foi Jair Bolsonaro, e agora o senhor Valdemar da Costa Neto faz essa traição, por isso não é um número que define a liderança. É a pessoa. Eu sempre fui Bolsonaro e não precisei mudar de partido”, afirmou Rodrigues.

O relato está no site SC em Pauta.

Consta ainda que Jair Bolsonaro, também não gostou da atitude do presidente nacional do PL.

SEM NOVIDADES

A Polícia Federal divulgou informação de que houve um aumento significativo (100%) no número de portos clandestinos na fronteira Brasil/Paraguai, além de outras divisas com países vizinhos ao território brasileiro.

De 150 localidades mapeadas, o número saltou para 300.

As travessias de produtos (armas, drogas e eletroeletrônicos) são feitas por barcos rápidos, motores potentes e já houve registro de casos, onde o transportador afunda a embarcação e escapa nadando.

Bilhões de reais em produtos ilícitos chegam ao Brasil.

Em território brasileiro, a preferência é pelo armamento pesado, mas as drogas, principalmente cocaína, ocupam lugar de destaque.

A outra informação é de que, os tais portos clandestinos são dominados por duas facções criminosas: CV e PCC.

O foco dos narcotraficantes é a remessa de drogas para a Europa, Ásia, África e Estados Unidos, claro!

Há mais de 6 meses gravei um vídeo alertando sobre a ação dos criminosos.

O que faço hoje, atualizando os dados, fica como a notícia para corroborar o que já foi dito.

FONTE/CRÉDITOS: Redação
Comentários:
Sérgio Peron

Publicado por:

Sérgio Peron

Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing and typesetting industry. Lorem Ipsum has been the industry's standard dummy text ever since the 1500s, when an unknown printer took a galley of type and scrambled it to make a type specimen book.

Saiba Mais

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!