Pense Jornal - Sua fonte de notícias na cidade de Jaraguá do Sul

Segunda-feira, 15 de Julho de 2024

Colunas/Geral

ICMS VAI AUMENTAR ANTES DE SER EXTINTO

Assembleias Legislativas dos Estados deverão receber o pacote

ICMS VAI AUMENTAR ANTES DE SER EXTINTO
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

PREPAREM O LOMBO

Uma reunião dos Secretários da Fazenda dos Estados do Paraná, Rio Grande do Sul, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e São Paulo deu o tom:

- Aumento no ICMS.

Leia Também:

O imposto que será extinto em 2033 causará um rombo que será sentido pelos próximos 50 anos.

Sendo uma das principais fontes de recursos dos Estados, o caminho foi procurar uma alternativa capaz de equilibrar o “buraco que virá”, ou seja, compensar o dinheiro que não terão.

Os aumentos serão variáveis em cada Estado, mas as Assembleias Legislativas deverão receber o “pacote de aumento” nos próximos dias.

Todos os produtos taxados sofrerão reajustes, obviamente.

O resumo da ópera é o seguinte: todo produto que paga ICMS

  • Indústria;
  • Comércio;
  • Medicamentos;
  • Bebidas e alimentos;
  • Combustíveis;
  • Serviços de transporte interestadual e intermunicipal;
  • Prestação de serviços de telecomunicação;
  • Importação de mercadorias, mesmo que para consumo próprio.

Ficará mais caro.

Quer que diga qual bolso vai pagar?

Aqui em Santa Catarina, segundo o governador Jorginho Melo, os impostos não aumentarão.

ARGENTINIZAÇÃO

O caminho que está sendo percorrido pelo Brasil possui um exemplo ao lado: Argentina.

Nos moldes que o Brasil faz agora, o governo argentino sempre gastou mais do que a arrecadação.

Resultados? Endividamento e inflação.

A corrosão do poder de compra virou moeda comum entre os “Hermanos”.

A inflação bateu a casa dos 140% ao ano.

A pobreza bateu à porta da classe média e ampliou os números.

O socialismo argentino conseguiu a meta: igualar a todos na miséria.

VENEZUELIZAÇÃO

O passo seguinte será a venezuelização do Brasil: fome, miséria, desemprego, aumento na criminalidade, fortalecimento do narcotráfico, fechamento de empresas, falência dos pequenos empresários e isso não é nada distante.

Por sinal, os casos já estão acontecendo Brasil afora.

Mas foram alertados?

Como disse o atual vice-Presidente da República Geraldo Alckmin, o PT voltou à cena do crime!

Qual é a intenção do bandido que volta? Verificar se não restou mais nada para roubar!

Não é o que está acontecendo no Brasil?

Qual a dúvida sobre o cenário?

Alguém ainda não conseguiu enxergar?

TIRARAM O PINO DA GRANADA?

A morte do Cleriston Pereira da Cunha e que estava encarcerado na Papuda, apesar dos vários alertas médicos, parecer favorável do MP para a soltura e petições que foram ignoradas pelo Ministro Alexandre de Moraes, pelo visto, assemelha-se a tirar o pino de uma granada.

Ecoa de norte a sul do Brasil os pedidos de impeachament e até de prisão contra Alexandre de Moraes, o ministro relator e responsável pelo inquérito dos atos de 8 de janeiro.

Apeá-lo do cargo é o mínimo que deve ser feito.

A extensão do crime praticado contra Cleriston deve chegar ao Senado e dar ao “engavetador” Rodrigo Pacheco, a mesma culpa.

Se há sangue no STF, também há no Senado.

FONTE/CRÉDITOS: Redação
Comentários:
Sérgio Peron

Publicado por:

Sérgio Peron

Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing and typesetting industry. Lorem Ipsum has been the industry's standard dummy text ever since the 1500s, when an unknown printer took a galley of type and scrambled it to make a type specimen book.

Saiba Mais

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!